domingo, 25 de julho de 2010

Dois dias para discutir o plano

Um dos assuntos mais polêmicos entre os que foram tratados nos debates da RU é o plano de cargos e salários.

O representante do sindicato disse que entregou o plano às chefias e afirma que isso é discutir com a categoria.

Disse ainda, que não é possível discutir um plano em uma assembléia e acrescentou: “a não ser que se faça um seminário de um mês”. Também, lavou as mãos, dizendo que se os chefes não entregaram o plano aos funcionários a responsabilidade não é do Sindicato. Ou seja, empurrou para as chefias.

O documento lido no ar era datado de 18 de maio de 2009 e o plano foi entregue para o prefeito em 20 de maio de 2009. Se nós ainda sabemos fazer contas, isso dá 2 dias. Não é possível discutir um plano de cargos e salários em dois dias.

Nós concordamos que não dá para discutir um plano de cargos e salários em uma assembléia. Tem que ser uma discussão bem mais ampla que não pode ser em um mês, como ironizou o nosso dirigente, mas em vários meses.

O fato é que essas comissões vêm se reunindo desde 2001, como informou o Sr. Nogueira, e durante todo esse tempo não discutiram com os servidores. Finalmente, entregam o plano “para discussão” no dia 18 e apresentam ao prefeito no dia 20. Dois dias! Foi esse o tempo que o SIMSAPEL nos deu para “discussão”.

A nossa posição tem sido bem clara: o plano não poderia ter sido apresentado ao executivo antes de ser discutido com a categoria.

Mas o Sr. Nogueira foi mais longe: disse que o plano não está pronto. Como? Como é que se apresenta um plano de cargos e salários ao executivo que não está pronto?

Afinal, qual é o plano? Existe um plano? Tem outro plano na manga? Estão brincando conosco?

Para quem quiser ler, há um pronunciamento do Vereador Waldomiro Lima, na ATA Nº 078/09, de 21/05/2009, da Câmara de Vereadores, em que ele diz o seguinte:

Conversamos com o prefeito sobre o plano que foi elaborado por chefes de departamento, por membros do sindicato, por membros da direção do Sanep, e foi distribuído para todas as divisões e para todos os departamentos; foi analisado, verificado por vários segmentos internos dentro do Sanep, e agora foi entregue ao prefeito municipal.

(http://www.camarapel.rs.gov.br/anais/sessoes/2009/sessao07809.pdf)

Também há uma notícia datada de 20/05/2009 na página da Prefeitura, informando que o plano foi entregue ao prefeito naquela data. (http://www.pelotas.com.br/noticia/noticia.htm?codnoticia=16905)

Para deixar bem claro:

O plano foi entregue para as chefias no dia 18/05/09 e para o prefeito em 20/05/09. Foram só dois dias para conhecermos e discutirmos o plano, sem nenhuma organização do SIMSAPEL para isso.

A obrigação de garantir a discussão do plano é do SIMSAPEL, não das chefias.

2 comentários:

  1. No mes de junho quando nos mobilizamos e formamos um grupo para ir ao Simsapel em busca de informações sobre o plano e o aumento de salário eu estava no grupo.A direção do sindicato alegou que como foi formada uma comissão para elaborar o plano,o simsapel não tinha obrigação de divulgar o conteudo com antecedencia.Por favor me corrijam se estiver errado.No meu entedimento, a comissão deveria elaborar o plano e entregar ao Simsapel para que este debatesse com a categoria,e aí então apresentasse á direção do Sanep e ao prefeito.

    ResponderExcluir
  2. O SIMSAPEL não pode lavar as mãos. É obrigação do Sindicato zelar pelos interesses da categoria.
    Na nossa visão, a comissão deveria coordenar os trabalhos de discussão e, a partir das discussões, elaborar o plano. Não elaborar em grupo fechado e apresentar depois. Mas, essa é a nossa visão.
    De qualquer forma, o Sindicato é quem tinha que ter garantido a participação dos trabalhadores no processo. Eles são os nossos "representantes".

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!